sexta-feira, 9 de julho de 2010

ESTES NOMES DOS TRICÔS ???

Desde que comecei a bisbilhotar os blogs, noto que as peças de tricô são chamadas por nomes estranhos.
Dias atrás, uma amiga nossa, postou comentando que viu uma senhora fazendo uma peça de tricô, e que a mesma não sabia que a tal peça chamava-se sei lá qual era o nome.
Hoje uma outra amiga blogueira me perguntou por que aquele meu "cachecol" ou "xale" eu estava chamando de "BAKTUS". Respondi para ela, que resolvi chamar  assim, pois eu tinha visto em alguns blogs, e que era assim que chamavam, e quem era eu pra mudar o nome do troço.
Gente, eu tenho 51 anos, aliás recém feitos, hihihi, faço ticrô desde 7 anos, verdade. Minha sogra , que deixou de estar entre nós com 70 anos, fez tricô a vida inteira e era expert em tricô, traduzia gráficos em japonês, quando nem existia estas importações como hoje. Minha tia que tem 88 anos, fez tricô e croché a vida inteira, não faz há 8 anos, pois teve um AVC, e tantas outras pessoas que conheço, nunca chamaram nenhuma peça de tricô ou croché por nome algum, que não fosse blusa, xale, cachecol, casaco, colete....
Existiam variações, mas o nome era o mesmo.
No meu ponto de vista o que existe de diferente?? Por que leva nomes diferente??? Por que são pessoas que criam as peças e elas é que põe NAQUELE modelo.
Eu, quando posto  alguma coisa, que fiz, ou até mesmo vou fazer, coloco o nome que foi dado por quem criou o modelo. Não fui eu que criei, não posso mudar nada. O nome é da pessoa que inventou aquele modelo. Eu acho que é aí que entra o tal dos direitos autorais que tanto se fala.
As vezes invento um modelo, aí não preciso dar nome nenhum, a não ser que eu queira. Aí vai ser  meu.
Estou escrevendo sobre isto, porque acho que isto constrange algumas pessoas. Ou até muitas.
Eu as vezes fico lendo uns troços e fico pensando, gente o que tão falando???
Da onde tiraram este troço??? Aí tu vai atrás é um casaquinho, um xales, uma touca, um casaquinho de bebe. Estes dias vi um blusãozinho de bebe com estes nomes todos esquisitos, aliás nem foi um só.
Gente, já fiz mais de cem blusõezinhos deste e nunca precisei dar nome nenhum, muito menos crédito pra ninguém. Pois é só o que me faltava alguém vir me dizer que copiei de alguém estes modelos.... Por favor.
Os meus eram muito mais bonitos do que muitos que estão por aí com estes nomes tão pomposos, que nem significado tem. Aliás, sabe o que significa BAKTUS???? baktus, o que é isso?????
Não estou aqui pra menosprezar ninguém. Não me levem a mal. Ma seu acho que isto afasta as pessoas.
As pessoas ficam temerosas com tanta cerimonia, tanta palavra em inglês. Já são tantas as receitas difíceis de serem traduzidas, e aí ainda tem que enfrentar toda esta ladainha... Não dá , .
Provalvemente, vou passar por antipática, mas é que não gosto de complicar. E pra gente se ajudar, tem que facilitar.
Não estou aqui falando de ninguém em particular. Estou generalizando. Não são os blogs que funcionam assim. É a sociedade que nos leva a agir assim. É a mesma coisa de que temos que ser magras, temos que ter roupa da moda. temos que ser bem sucedidos, aquelas babozeiras que todos sabemos.
Sei que vamos continuar a chamar tudo com estes nomes esquisitos, mas precisava botar pra fora, pois estava trancado...
Eu vou tentar chamar do jeito que acho certo, mesmo sabendo que vão me considerar um ET.

Estou quase terminando o meu primeiro colete. É do meu maridão. Vou lá acabar pra mostrar pra voces.
Bjos e até.
Não me xinguem muito, tá....

18 comentários:

sofia georgileas disse...

kkkkkkkkkkk
Essa foi boa Suzi..rs
Agora so pra te deixar louquinha de raiva deuuuu...kkkk
Vou batizar o seu colete..
Vai ser MARIDAO....kkkk
Desculpe a brincadeirinha..
Mas ate concordo com vc,fazer o que ne?rs
E o tal dos direitos autorais,e como a maioria das receitas sao de fora,temos que respeitar,e tem o modismo nos blogs tbem..rs
Vemos tantas coisas bonitas,queremos fazer,ai tem que por o nome nos burros,ne?Fica mais chique.. kkkk
Fica com DEUS!
Mil bjinhos e bom final de semana

Edite Artesanatos disse...

Suzi vc estava brava mesmo em rsrsrs.mas é isso ai as vezes tem regras que não aceitamos,que são imposta pra gente,e o pior que nem sabemos de onde vem rsrsrs.
Mas como tu disse tem que desabafar.Gostei muito do seu comentario,e não te acho ET.
E falando nisso o seu colete vai chamar maridão rsrsr.


Beijinhos e um otimo final de semana.

PELA VIDA NA ARTE disse...

Oi Suzi, concordo com vc. tbém estou batendo na casa dos 50 e faço tricô e crochê desde de sempre é claro tem coisas novas para aprender, mas tem muitas peças principalmente no crochê que eu mesma já fiz a dez, quinze anos atrás e nunca teve um nome específico, mas se eu fizer e postar hoje, posso ter o meu blog fechado por causa dos direitos autorais, eu acho isso um absurdo e mais são os blogs estrangeiros que rapidamente estão registrando os nomes antes que outros os façam.
infelizmente é assim.
Gostei do seu desabafo.
Beijos
Edna

GUYDA disse...

Oi, Suzi, você é ótima!!! kkk!!! Também vi esses nomes esquisitos aí.Bjsss....

Nile e Richard disse...

Oi Susi.
Em parte estou de pleno acordo com voce.Tenho meus 56 anos e só agora fiquei conhecendo essa tal tricot pelos nomes.Este Baktu é simplesmente um lenço que se chamava antigamente.Temos lenços para o cabelo e para esquentar o pescoço.
Mas como tudo é moderno temos que nos atualizar.
E o nome do seu colete??maridão!!kikikikiki
Olha fico até envergonhada de publicar algums trabalhos,nem publico pois são modelos antigos e hoje a moda é a tal de nomes moderno,no croche é a mesma coisa,vamos modernizar o croche,e a coisa volta na mesma mas os nomes...modernos.
Bom fim de semana para você.
bjtos.Nile.

Denise disse...

Se vc quiser saber mais sobre o Baktus, está aqui:
http://senhoritamademoisele.blogspot.com/2009/08/baktus.html

:)

beijoscotscu

Arte com Fios e Cia disse...

Olá Suzi!!!

Até que enfim te encontrei. Desde q vc se tornou minha seguidora venho tentando encontrar seu blog. Não aparecia q vc tinha blog, mas te via como seguidora de alguns blogs q vivo visitando e hoje vi um comentário seu e enfim te achei.

Assim fica mais fácil pra nos relacionarmos.
Aquele cachecol é tudo de bom, né???
Fica lindoooooo...

Concordo com o q disse sobre os nomes dos trabalhos q fazemos, é cada nome q nem sabemos o q significa, rs, mas como vc mesma disse entramos na onda pra não sermos tachadas de atrasadas ou algo parecido.
Gostei do seu jeito de escrever, me identifiquei contigo, rsrs.

Seus trabalhos são lindos. Parabéns. Ainda nao vi tudo, mas quero ver. Vc gosta de patch e eu tb,podemos trocar desenhos, rsrsrs

Beijos
Débora

Karina K. disse...

Oi, Suzi!
Eu também fiquei surpresa com tantos nomes estrangeiros para peças conhecidas quando comecei a descobrir o mundo dos blogs de tricô. Sou avessa a estrangeirismos quando temos um nome equivalente e apropriado em português. Fico pensando se não se trata de baixa auto-estima do povo brasileiro. Mas, filosofias à parte, se o negócio já está batizado, não há mais o que fazer, não é? Aí já virou direito autoral e não se discute. Hehe! Mas também descobri muitas idéias diferentes para serem feitas em tricô, que vieram de fora, isso não posso negar. O negócio é usarmos o velho bom senso, não é mesmo? Gostei do desabafo!
Beijos e bom final de semana!

Rosa Goncalves disse...

Oi amiga...Saudade....... agente.......mata ....Lembrança....... agente........ guarda,.........Tristeza .......agente....... supera,..............Amigos ......... agente........... descobre,......E pessoas.......... como vc...................agente.......... nunca ........esquece!!!...   ( ,,)( ,,)     ▒▩******         ******▩▒   ▒▩***   ****    ****    ****▩▒  ▒▩***       *  *      ** ****▩▒ ▒▩***         **        *** ***▩▒ ▒▩***      “Quanto mais luz você     ***▩▒ ▒▩***     deixar sair de si próprio,   ***▩▒  ▒▩***   mais iluminado será      ***▩▒   ▒▩***     o mundo em      ***▩▒    ▒▩***   que vive !! “    ***▩▒      ▒▩***BJO!!!!!!!!!    ***▩▒        ▒▩** !!! ***▩▒           ▒▩***
Rosa.

Anônimo disse...

Suzi,

Faça como minha filha mais nova, que chama tudo de "nigucim". Nada de Baby Yoda, BSJ, etc. Simplifica até demais. Um bom exercício de inteligência para descobrir se é casaquinho, colete, gorro, o que for.
Pode ser até costura.
Stella, Juiz de Fora

Nany disse...

Oie amiga...
Este negócio de nomes, sei lá, eu até gosto, acho mais fácil de saber de que modelo se trata...tipo, um casaquinho de bebê...mas qual???
BSJ...por exemplo.
Acho que facilita...eu particularmente prefiro modelos "batizados"...rs
Questão de opinião, somente.
É como os pontos em tricô, eu não gosto do tal "Ponto Fantasia", para quase todo ponto, fica uma confusão, nunca sabemos ao certo de que ponto se trata.
Mas como eu disse, questão de gosto. No fim, com nome ou sem nome, se tiver receita tá valendo...rs

Passando para desejar uma
semana bem produtiva e feliz
pra vc!
bjsss

Rosa Goncalves disse...

Olá ,bom dia amor
Olá, boa tarde flor
obrigada á sua amável visita
com todo o amor
jinhosssss com carinhosss Rosa

Edite Artesanatos disse...

Rsrsrsr,ai Suzi so vc mesma em.
Sou eu mesma esta belezura de cabelo diferente rsrsrs.
é o seguinte na realidade eu ja nasci loira,ai com o passar dos anos o meu cabelo escureceu srsrsr,sem tintura,ai teve um tempo que usei vermelho adoro e era curtissimo meu cabelo,ano passado tava longo na cintura e marrom,mas eu adoro trocar o visual,acho que enjoa ser sempre igual então todo ano troco alguma coisa em mim e como não tenho dinheiro pra fazer prastica e mudar td mudo o que posso rsrsr,ai cortei ele em desembro nos ombros igual esta no meu orkut,em janeiro deste ano como ja tenho muitos brancos e estava dificil manter a raiz dela escura resolvi fazer um tres tons de mechas, mel,e duas cores de loiro e parece que ficou bom pelo menos tds gostam e agrado o maridão que tem sempre uma mulher diferente por fora com a mesma essencia rsrsrs.
Beijinhhos amiguinha fica com Deus.

E obrigaduuuuuuuu de coração por sua amizade,e por sua atenção.

Ha cade o pulover do MARIDÃO ESTOU LOUCA PRA VER.

disse...

Muito bem, opinião posta e firmada!
Eu entendo seu ponto de vista, mas o mundo da blogsfera do tricô é assim; nomearam nossos casaquinhos hohoho

bjinhos

Fatima Gouveia disse...

Olá Suzi!
Agradeço as felicitações para meu filhote, e apoio totalmente seu desabafo quanto aos nomes que estão rolando nos tricôs.
Também tricoto desde os 10 anos e não conhecia estes nomes tão pomposos.
O colete do maridão ficou bem bonito! pediu recompensa? ( estou brincando)
Beijinhos
Mifá

Adriana disse...

Oi Suzi , agora que estou lendo o teu post, eu vou tentar salvar o meu lado rsss, eu fiz o bendito Baktus, fiz uns xales tbm com nomes pra lá de esquisitos , o que acontece , no meu caso e acho que de algumas amigas tricoteiras, (confesso que tricoto por hobby e a bem pouco tempo) nos pegamos algumas receitas em inglês, e aí traduzimos e geralmente temos que dar o crédito a quem posta , e aí não tem como traduzir o nome do bendito rssss, agente sabe que é u xale , mas o nome tá lá
Heartland Lace Shawl ou Kiri Swhal, fazer o que????? rssss.Por isso esses nomes esquisitos.
Não sei se fui feliz em minha defesa mas tentei rsss.
Beijos.

Cristiane disse...

Oi Suzi,
Eu entendo seu descontentamento sobre esses nomes em inglês.
Eu tbm quando iniciei nesse mundo virtual achei estranho esses nomes.
Mas vou tentar te explicar.
Não são as pessoas que dão os nomes, por exemplo, o Baktus nada mais é que um lenço.
A maioria das pessoas, inclusive eu, pegam receitas num site americano chamado Ravelry, e o que a gente faz é simplesmente manter o nome original das peças. Isso é pra facilitar em relação às várias receitas que existem lá e são muito parecidas mas com pontos diferentes.
por exemplo: Existe o "Baktus" e existe o "Lace Baktus", a diferença é que um é feito em cordões de tricô e o outro é feito em pontos com laçadas.
Mas no final das contas a receita é quase a mesma coisa.

Não fique chateada conosco por causa disso, o que a gente faz é só manter o nome original da forma que a gente pega no site Ravelry.

Bjos.

Joana disse...

Oi Suzi, você tem razão, eu tb não entendo esses nomes esquisitos. Eu não falo ingles e pergunto á minha filha que morou lá por 10 anos e ela em geral me diz que o nome não significada nada, não tem nada a ver com o nome da coisa, por exemplo, lencinho não é Baktus. Acho que a gente pode chamar de lencinho mesmo. Não gosto do uso da lingua inglesa no nosso dia a dia, eu nem entro em loja que tem escrito "Sale", acho falta de personalidade. Para mim vai continuar sendo, blusa, lenço, colete, cachecol ou seja lá o que for vai continuar sendo designado pelo seu nome de origem. Beijos
Joana