domingo, 3 de junho de 2012

FELIZMENTE

Tem coisas na vida que a gente pensa que  não entende, que nem sabe por que acontece.  Principalmente quando a gente já tem mais tempo de vida. Não estou falando de ser mais velha. Pois acho isso muito chato. Aquela papo de ficar falando -  eu sou mais velha, tenho mais experiência, eu de tudo,  eu sei das coisas -não gosto muito. Mas o pior é que não deixa de ser verdade. Acho muito prepotente a maneira como algumas pessoas colocam isso.
Tenho visto, percebido, sentido coisas, que não gosto. As vezes demoro a entender... Costumo dizer que é por que sou loura... Brinco muito com isso. Mas na verdade, como já fiz muito análise na vida,  entendi que as pessoas interpretam o mundo através de como elas são. E eu não fujo da maioria.Demoro muito para me dar conta das  ironias, as indiretas, as maldades. Na grande maioria das vezes nunca vou me dar conta mesmo. Passo por idiota . Acho que me tomam por burra, até, Sim, porque é fácil de confundir estas situações. O caráter das pessoas, a índole, dependendo do interpretador, é facilmente confundido. Pois analisamos as pessoas pelo que somos. E aí....
Tem muita gente por aí, que acha que o mundo só começou a existir depois que elas nasceram....
Por que será isso?
Por que será, que conviver bem, em harmonia, dividindo aquilo que sabemos, que aprendemos, que a vida nos deu a oportunidade de aprender, incomoda tanta gente?  Por que não podemos passar a diante esse aprendizado sem incomodar tanto aos outros? Por que precisamos aprender com alguém e guardar a sete chaves este aprendizado????
Por que será que as coisas que já existem a muitos e muitos anos, de repente passaram a ser de algumas pessoas que nasceram há poucos anos atrás???
Por que será que coisas que milhares e pessoas fazem por aí a fora, são de exclusividades de algumas pessoas apenas? Como se só elas é que sabem fazer????
Por que será que as pessoas não podem sentar para discutir decisões que são do interesse de várias outras, que tem um interesse em comum?  Por que elas se sentem no direito, e se acham donas absolutas deste mesmo assunto?
Por que, por que, por que...... eu não voltei a fase dos por ques...  Eu apenas não entendo o por que de tanta gente se achar no direito de tantas coisas.
Se elas soubessem o quanto isso  as afasta das pessoas, eu no lugar delas, repensaria nas minhas atitudes.
Mas como não sou elas, eu faço tudo diferente. Felizmente.




5 comentários:

Pati Asai disse...

É isso aí Suzi, eu penso assim, para te prejudicar e te desanimar tem gente aos montes, mas para te ajudar, chi, cadê? Bora para frente! Bjos.

Edite Artesanatos disse...

Suzi amiga querida,nao da bola pra este povinho egoista,que pensa que o mundo começou a exigir quando eles nasceram,gente assim sempre vai existir infelismente,mas quem sabe um dia eles aprende que dividindo conhecimento estamos aprendendo mais.
E vc não e boba coisa nenhuma viu doninha,vc é linda querida e bondosa e loira e dai tambem sou kkk.

Beijos linda adoru vc, continue em sua luta do bem,plante so sementinhas boas que logo colhera otimos frutos. FUIIIIIIIIII.

Cloé disse...

Suzi ! Passa para lá este tipo de pessoa ! Eles é q aprendem certas coisas da vida com atraso ! Feliz de quem sabe e divide pois aprende sempre o que é novo ! Tudo é passageiro inclusive o q é novidade para os egoístas ! Abraços

Rebeca Tisian disse...

oi Suzi,
li teu texto hoje...muito sincero e verdadeiro!Tantas vezes já passei por situações assim que fui ficando quieta no meu canto. Dividir e ensinar o que sabemos pra mim é básico... se não qual é a finalidade da vida? do ser humano?
beijo e continue assim guria, muito sucesso sempre:))

Casa das Bonecas de Pano de Ipiabas disse...

Susi, eu senti uma revolta grande ai dentro de você é assim mesmo as coisas são assim, o que podemos fazer para mudar, temos que rever coisas que talvez esteja dentro da gente, mas de qualquer jeito acho que tem razão bjs